terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Da saudade de você.

Pego meu carro,
ligo o rádio
e passo pelo bairro.
Vejo tudo ao passar,
os mesmos carros,
as mesmas caras
mas você não está lá.
No rádio escuto uma música
que me lembra você.
E mais uma vez percebo
a inegável falta que você me faz.
Então me deixo cair
nesse abismo que é
viver nessa mesmice sem você.
Esse eterno cinema em preto e branco,
onde meu rosto tenta exprimir
o que nenhuma palavra é capaz de traduzir
e o coração está cansado de dizer
o quão funda é a cicatriz
da saudade de você!

2 comentários:

  1. Ao visitar alguns blogs me deparei com o seu, e quero dar-lhe os parabéns por partilhar o seu saber, gostei por isso deixo aqui um convite:
    Ficaria radiante se visita-se o meu blog, e leia alguma coisa, meu blog é um blog cristão que fala de diversos assuntos.
    É o Peregrino E Servo.
    Desejo muita paz e saúde.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir